Teleconsultoria Médica

Ácido úrico no sangue? Descubra aqui.


Exame Ácido Úrico

Uma das substâncias produzidas pelo nosso organismo é o ácido úrico, encontrado na urina em quantidades bem pequenas. A taxa de ácido úrico elevada no sangue, ou simplesmente hiperuricemia, ocasiona a gota, uma doença que causa inflamação nas articulações, que por consequência ficam prejudicadas devido ao acúmulo de cristais do ácido.

As taxas de ácido úrico no sangue podem aumentar por diversos motivos, como o fato de a pessoa eliminar pouco pela urina. Como consequência da elevada taxa de ácido úrico, pequenos cristais de urato de sódio são formados. Eles se armazenam em diversas regiões do corpo, principalmente nas articulações. É importante fazer um exame se você sofrer de sintomas como artrite aguda secundária para detectar a hiperuricemia.

Confira mais informações sobre esse problema e saiba como realizar o exame:

Sintomas de taxas elevadas de ácido úrico

Os sintomas da taxa elevada de ácido úrico no sangue compreendem inchaço e dor em uma articulação, sendo que a dor é mais comum na região do dedão do pé, dificuldade para movimentar a articulação prejudicada, que pode ser na região dos joelhos, punhos, tornozelos e dedos das mãos, pedra nos rins, que pode causar dificuldade na hora de urinar, além de vermelhidão.

Diagnóstico da hiperuricemia

A certeza do ácido úrico elevado pode ser obtida através de um exame que realiza a medição da concentração de ácido úrico na corrente sanguínea. Se você estiver suspeitando de ter a hiperuricemia por apresentar qualquer tipo de sintoma, é muito importante consultar seu médico para que ele possa fazer o exame e assim indicar o melhor tratamento para seu caso.

Exame de ácido úrico

O exame é feito quando há a suspeita de gota ou ainda para realizar o monitoramento da taxa de ácido úrico em pessoas que foram submetidas a radioterapia ou quimioterapia. Os principais sintomas são edema, dor e vermelhidão nas articulações, principalmente do primeiro artelho.

O exame é capaz de detectar a quantidade de ácido úrico presente no sangue. Taxas elevadas geralmente indicam excessiva produção de ácido úrico. Já os níveis baixos são observados com menos frequência e podem estar associados a alguns tipos de distúrbios, como doenças renais ou hepáticas.

O exame através de urina é solicitado para avaliar a possível causa dos cálculos renais, sendo que as taxas altas de ácido úrico na urina são notadas com leucemias, gota, linfomas, mieloma múltiplo e dieta rica em purinas e taxas baixas são observadas alcoolismo crônico e doenças renais. Não é necessário um grande preparo prévio para o exame. Basta ficar em jejum por no mínimo 8 horas.

Vale lembrar que muitos remédios podem elevar ou reduzir as taxas de ácido úrico no sangue. Os diuréticos do grupo das tiazidas reduzem a excreção de ácido úrico, o que causa o aumento nas taxas sanguíneas. Aspirina e outros salicilatos possuem efeito variável sobre as taxas de ácido úrico, sendo que as doses baixas aumentam e doses altas reduzem o ácido úrico no sangue. Por isso, informe qualquer uso de medicamento durante o procedimento de exame de detecção da taxa de ácido úrico.

Quer investigar melhor sobre esse tema, acesse nosso blog? Marque uma assistência e faça um Check-up online acessando nosso site.

Dr. Luis Henrique Leonardo Pereira

Responsável técnico (CRM/SP 113703) pelo atendimento via Telemedicina do Centro de Andrologia.

É o médico criador do tratamento inovador com uso do Spray Sublingual, com mais de 400 mil atendimentos realizados em todo Brasil.

Teleconsultoria Médica