5 coisas que reduzem a incidência da disfunção erétil

0
34 Flares Twitter 0 Facebook 34 34 Flares ×

A disfunção erétil é uma condição bastante comum. Engana-se quem acha que esse problema é percebido apenas ao alcançar a terceira idade. Alguns homens jovens podem começar a perceber a disfunção erétil ou a impotência sexual bem antes de chegarem a idade senil.  

A dificuldade persistente em ter ou manter uma ereção é considerada disfunção erétil. Ela também pode ser identificada quando há dificuldade em manter a ereção até o contato íntimo ou quando há perda de ereção durante o ato sexual. A disfunção erétil pode vir acompanhada de outros tipos de disfunções sexuais, como redução da libido, ausência de orgasmo, ejaculação precoce.

Há diversos motivos que podem levar o homem a apresentar os principais sintomas da disfunção e até outros problemas sexuais. Porém, há dicas que podem reduzir a incidência da disfunção erétil e prevenir essas e outras condições relacionadas a alterações da função sexual. Confira cinco cuidados que podem lhe ajudar nessa tarefa!

Conheça os fatores de risco da disfunção erétil

A maioria das doenças apresenta fatores de risco, que são as condições que predispõe os indivíduos a estarem mais suscetíveis a elas. No caso da disfunção erétil, os diabéticos, hipertensos e homens com problemas no coração têm predisposição maior a serem acometidos com a doença. Se você já tem algum desses problemas, é melhor começar a se cuidar. Além de obter mais qualidade de vida cuidando desses problemas vai prevenir que outros apareçam.

Procure um clínico geral para começar por um check up geral, ele também vai investigar se não há problemas com relação ao hormônio. Se a testosterona anda abaixo do nível esperado a disfunção erétil pode começar. O andrologista então poderá prescrever o tratamento.

Alimente-se adequadamente

A alimentação saudável, com uma dieta rica em frutas, legumes e verduras vai evitar não só a disfunção erétil, mas também outras doenças. Alimentando-se corretamente, mantendo o corpo hidratado e bem cuidado, os fatores de risco também podem ser controlados, minimizando os riscos de ter disfunção erétil.

Faça exercícios

Assim como a alimentação correta é um aliado no combate à disfunção erétil e até outras disfunções sexuais, uma rotina de exercícios tem papel muito importante na prevenção e na manutenção de bons resultados de tratamentos. Todo homem sedentário tem mais chances de desenvolver problemas de saúde e disfunções sexuais. A disfunção erétil é apenas uma delas. Se você deseja se prevenir, pode começar com uma caminhada leve e procurar atividades que você tenha prazer em realizar. Corpo e mente em equilíbrio também são importantes para prevenir doenças. O estresse é uma das principais causas da disfunção erétil.

Procure um médico

Se qualquer um dos sintomas citados acima aparecer, não adie! Procure com urgência um médico para um diagnóstico correto e precoce. Quanto antes tratada, qualquer disfunção sexual tem chance de ser curada. Não espere para ver um médico andrologista. Ele, como especialista, poderá pedir exames detalhados e diagnosticar com toda certeza quais os problemas e como deverá ser o tratamento. Pesquise, procure uma clínica de confiança e siga as orientações.

Confie em sua parceira

Tenha em sua parceira alguém para compartilhar e te ajudar com a disfunção erétil. É comum muitos homens com essa condição se sentirem nervosos e estressados por não conseguirem satisfazer sua parceira. Converse com ela, deixe-a participar do tratamento e confie nela para desabafar quando preciso. Relacionamento também é dividir problemas e somar ajudas.

Se sua intenção é iniciar um tratamento, procure um especialista e também leia nosso e-book para uma série de dicas sobre como ter uma vida mais saudável. Em “Tudo o que você precisa saber para ter mais qualidade de vida” você encontra respostas sobre como se prevenir da disfunção erétil e de outras diversas
doenças.

Você já sentiu ou sente algum dos sintomas de disfunção erétil? Já buscou ajuda médica? Conte para a gente!

 

Compartilhe

Sobre o Autor