Teleconsultoria Médica

6 fatores que atrapalham a vida sexual de um casal


Fazer sexo é algo comprovadamente benéfico para a saúde e qualidade de vida das pessoas, pois traz vantagens como maior longevidade, menores riscos de desenvolver doenças cardíacas, alívio de dores localizadas, manutenção da boa pressão arterial, controle do peso, dentre outros benefícios.

Muitos acreditam que para ter uma vida sexual ativa e saudável, basta ter um parceiro com os níveis hormonais adequados e órgãos sexuais funcionando, entretanto, se outros fatores físicos e emocionais não contribuírem, a vida sexual definitivamente não será um mar de rosas. Quer descobrir o que pode atrapalhar efetivamente a vida sexual do casal? Então  continue lendo o nosso artigo e confira quais são os fatores que prejudicam o sexo.

A ansiedade atrapalha a vida sexual

A ansiedade é um problema silencioso que atrapalha – e muito – a vida sexual de homens e mulheres. Nos homens, a ansiedade pode gerar afobamento, comportamentos compulsivos, ejaculação precoce e disfunção erétil. Nas mulheres, o principal dano causado pela ansiedade é a diminuição da lubrificação.

O estresse afeta  o desempenho na hora do sexo

O estresse é um dos males do século. Ele impacta muitas áreas da vida, incluindo as questões sexuais. Vale destacar que o estresse estimula a produção de adrenalina e cortisol no organismo. Esses dois hormônios, em grandes quantidades, acabam impactando negativamente a circulação sanguínea dos órgãos genitais, o que prejudica a performance e satisfação sexual.

O estresse combinado à falta de tempo, preocupações financeiras, brigas entre o casal, nascimento dos filhos e cansaço pode agravar a situação.

Insônia também é um fator prejudicial

Você sabia que dormir pouco também atrapalha a vida sexual do casal? Sim! Quem dorme mal tende a ficar cansado, mal humorado e indisposto. Como se não bastasse, gera estresse e ansiedade, o que altera a maneira como o sangue flui, prejudicando assim a lubrificação feminina e a ereção do homem.

Segundo estudos recentes conduzidos pela UNIFESP, homens insones possuem maiores chances de sofrer com problemas como diabetes, obesidade e impotência sexual.

Maus hábitos trazem prejuízos para a vida sexual

Fumar, beber e se alimentar mal pode trazer sérios prejuízos para a vida sexual do casal. O tabagismo, por exemplo, compromete a saúde dos nervos e dos vasos sanguíneos, provocando a vasoconstrição que consiste no estreitamento das artérias. Isso prejudica não só o fluxo sanguíneo, como também a sensibilidade no momento do sexo.

O álcool, em pequenas doses pode até funcionar como um estimulante que ajuda no sexo, mas em excesso a bebida lesa os vasos sanguíneos e nervos periféricos. Já a alimentação rica em açúcares e gorduras torna a digestão lenta e rouba a energia e disposição do organismo para o sexo.

Falta de autoestima e autoconhecimento

Não basta apenas que se conheça o corpo do outro e que haja uma boa comunicação entre o casal. É importante se conhecer e se amar acima de tudo para superar mitos e tabus. A falta de autoestima e autoconhecimento leva homens e mulheres a ficarem inseguros no sexo e acreditarem em mitos que não passam de inverdades, como por exemplo, a crença de que o pênis pequeno não pode proporcionar prazer.

Doenças sexuais são as principais causadoras de problemas

Disfunções e doenças também são fatores que atrapalham a vida sexual do casal. As principais doenças são a ejaculação precoce, a impotência, os transtornos de desejo, a dispaurenia, o priapismo e a doença de peyroni. A boa notícia é que todas essas doenças são passíveis de tratamento em centros especializados de andrologia.

E aí, o que você achou do nosso artigo? Essas informações serão úteis na vida sexual do casal? Ainda tem alguma dúvida sobre os fatores causadores de problemas no sexo? Comente!

Confira outras dicas de saúde masculina fazendo o download do nosso e-book sobre o assunto!

Teleconsultoria Médica